19 de dez de 2010

Antonio Augusto, meu AA : )

Digo-te em resposta algo que me vem a cabeça
E não seria apenas um simples obrigado
Pelo abraço mandando em outros poemas
E os demais desejados 
Vou mandando de imediato o meu abraço
O meu beijo enviado em cartas
Cartas eletrônicas que diminuem o caminho
Traçado nessas highways cibernéticas 
Amizade especial, poetisa impar
Que aos pares vai formando o monte 
De poemas empilhados em um diário digital
Fica aqui a garantia da amizade
E a continuação dessa saga infinita
Que ti diz com certeza
A vida com tua amizade "é bonita, é bonita!"

              (Autoria: Antonio Augusto / Dedicado a Noanne Campos)

AA, obg por estar na minha vida, eu te adoro muito, vc sabee (;

16 de dez de 2010

Amigo, distante e perto

Ai, que saudade do meu amigo
Daquele que tem um sorriso tão lindo
Que foi embora e não vem me ver
Volta logo, quero por perto ti ter

Tão lindo, sempre ti admiro
E por tudo que já foi vivido
Posso dizer que encontrei um irmão
Alguém com um enorme coração

Tantas aventuras, emoções, risos
Momentos únicos que foram vividos
Sei que é um dos meus melhores amigos

E mesmo que distante você esteja
Quero que nossa amizade permaneça
Sempre, na alegria e na tristeza

                 (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Caio Feitosa)

Meu benzinho


Entre o talento e romantismo existente em você
Eu descobri um amigo tão lindo e companheiro
Alguém que me entende e meu lado bom vê
Que admiração e carinho em mim tem cativado

A distância pode separar e unir também
No nosso caso fez sugir algo que me deixa tão bem
Uma amizade que me faz ao teu lado querer estar
Tô contando os segundos pra poder te abraçar

Tuas palavras, sempre as mais certas
Teus conselhos, sempre os melhores
Sinto-te ao meu lado nas alegrias e dores

Obrigado por comigo seguir essa estrada
E por mais que pedras nela sejam encontradas
Sei que terei você pra me ajudar a retirá-las

                  (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Antonio Augusto)

10 de dez de 2010

Pérola Negra

Ela chegou assim de repente
E inseminou a loucura na gente
Falo por todos que a conheceram
Aqueles que por sorte ao seu lado viveram

É toda gata e sensual
Como tua amizade não tem igual
Briga com unhas e dentes por quem gosta
Estivemos juntas em algumas vitórias

Minha jóia mais bela e rara
Chorar faz parte e consolar também
Tu nem sabes como me faz bem

És muito honesta e um tanto sincera
Adoro teu jeito avassalador
Lembrarei de ti por onde eu for

                          (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Wal Bezerra)

9 de dez de 2010

Amor do Sertão

No Sertão Nordestino
Nasce um cabra lutador
Que desde quando menino
Trabalha com fervor
Sem saber que o destino
Lhe mostraria o amor

Lá na roça do rapaz
Tinha um bocado de flor
O que o cabra mais faz
É zelar com muito ardor

Um dia na porteira
Vendo o gado passar
O tempo para de uma maneira
Que nem tem como explicar
Era uma moça faceira
Que veio seu coração roubar

Pegou a flor mais bonita
E à moça entregou
E ela logo ele imita
Com os olhos cheios de amor

No casamento foi festança
Mesmo com simplicidade
Convidaram a vizinhança
E festejaram com liberdade
E logo veio uma criança
Pra completar a felicidade

Essa era uma família humilde
Mas que tem o principal
Pois onde o amor reside
Existe o fundamental

                                           (Autoria: Aline Oliveira)

Querida amiga

Conheço a mais bela loira existente
Além de linda, tão inteligente
Possui grande senso de justiça
Sei que assim seguirá a vida

Foram tantos risos e lágrimas
Onde estivemos de mãos dadas
Um caminho nem tão fácil
Pessoas fortes de coração frágil

Amiga, meu grande abrigo
Por te sinto tanto carinho
Quero sempre te ter comigo

Admiro você como ninguém
Em tudo que vivemos mal não tem
Te desejo o melhor, meu bem

                   (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Kallyny Kelly)

Meu paciente predileto

Querido doutor Ricardo
Meu paciente mais dedicado
Como eu adoro a tua amizade
E sei que ela é de verdade

Desejo a você o futuro mais próspero
Que tenhas sempre o sorriso mais belo
E a felicidade vai sempre estar contigo
Servirá de abrigo nos dias de frio

Mas na dúvida nunca esqueça
Vou estar aqui e a gente conversa
Prometo te fazer rir de certeza

Vamos contar histórias e rir delas também
Nossa amizade me faz muito bem
Espero tê-la por todo o futuro que vem

                 (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Ricardo Régis)

2 de dez de 2010

Amiga, meu grande amor

Minha pequena flor, a mais exuberante
Sabes que meu amor por ti é tão grande
Tua meiguice te deixa ainda mais bela
Sei que não existe amizade mais sincera

Hoje eu sei por que todos te admiram
Que não gostaria de um anjo tão lindo?
Tua pureza e formosura me encantaram
A você minhas manhãs venho dedicando
Como pode alguém ser tão perfeito?
E gravar assim seu nome em meu peito
Deixando marcas que sempre vou levar

Amiga, meu abrigo, meu amor
Estás comigo na alegria e na dor
Agradeço por me acompanhar, vou sempre te amar

                 (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Samille Aquino)

2 de nov de 2010


'' Tua mão a segurar a minha me parece mais belo do que qualquer pôr do sol,  então não solte-a, deixe que a luz das estrelas iluminem e eternizem o momento mais belo existente.  E por favor, não se vá, não deixe a solidão ocupar teu lugar ''

                                                                                      ( Noanne Campos )

Última dose de cigarro

Fácil seria mentir e dizer que fácil será
Fácil será deixar pra outra hora
Aquilo que não se quer lembrar

Fácil, como olhar pros dedos que me desaparecem
Fácil lembrar dos olhos, aqueles que já me esquecem

Refrão:
Desculpe se não vir amanhã
Desculpe se não vir depois
É que pareceu tão difícil
Esquecer aquilo tudo de antes

Desculpe se não (ou)'vir amanhã
Desculpe se não (ou)'vir depois
É que me pareceram tão cegos 
E tão surdos esses que me observam

Difícil, esquecer tua imagem na parede
Difícil, morrer de amor por não ter como matar a sede
Difícil, tentar lembrar o dia e a hora, talvez o mês

Não quero, vou partindo e agora sossegado
Sigo para a linha

Desculpe se não vir amanhã
Desculpe se não vir depois
É que me pareceu 
Tão simples quanto uma última dose de cigarro

Desculpe se não vir amanhã
Desculpe se não vir despois
É que me pareceu
Difícil demais quando tudo era tão simples

           Em primeira mão, nova música do Antônio Augusto da banda Kill The Class
            Tô muito lisongeada por ter sido a primeira a ver, depois do AA, é claro !
                   Eu sou fã e recomendo. Ah, eu ajudei no nome da música, Ó!
                     E a guria na foto ai sou eu com o primeiro cd da Banda : )

Falsos Moralistas

Eu sou a má, a cretina, a perversa. Não agradeço o bem que me fazem, nem ligo pra quem ainda ama a mim, além de tratar mal qualquer um que não mereça. Posso ser cínica e sórdida, ninguém terá nada com isso. Que droga! Me julgam como a ovelha negra da história e se acham o lado bom da laranja. Imbecis! Por que não me apedrejam de vez? Por que não me trancam na jaula dos leões e engolem a porcaria da chave? Por que não colocam fogo na parte boa e pura que ainda existe em mim? Ah, tudo bem! Eu sei que já estão fazendo isso, mas eu não pretendo gastar minhas forças com nenhum ser perfeito. Quero que os falsos moralistas tenham um fim merecido, são piores do que eu, mas o dedo só aponta para mim. Eu já cansei de não poder ser insana. Que vida sem graça a dos que julgam e só veem a vida alheia! Deve ser tão vazia a ponto de levá-los a procurar na dos outros algo interessante. Prefiro que sumam! Sou só e recuso a presença de vocês. " A culpa é minha! Tudo sou eu! " Ah, que saco! Não estou revoltada, nem sou boa parte do que acreditam que eu seja. E se eu for? Só cabe a mim a importância e as consequências disso. Esqueçam-me!

                                    (Autoria: Noanne Campos)

Olhos de Cólera

Olhos fixos e incrédulos, mãos que suam friamente, o corpo está ardente, o coração parece querer explodir. Na garganta um grito preso, uma dor dentro do peito, me sinto fora do plano, uma angustia anda me cercando, me falta a vontade de rir. Observo o teu modo de agir, me mostra ser tão incostante, imaturo e frio. Perco-me no teu charme, mas acordo e sei que é tarde, já não és o mesmo pra mim. Adeus ao teu lindo sorriso, os abraços intermináveis tiverem fim. Foi tudo tão breve e intenso pra mim, doloroso talvez. Não planejei estar aqui sentada a te olhar e sentir essa dor que agora me consome. Confesso que de mim lágrimas querem sair. Sei, não te importarias e dai? Já não ligo pra você e prefiro não te ver. Minha vida mudou e no passado você ficou, tanta paixão que fim levou? Eu já não quero mais saber, prefiro o presente viver, esse que anda me fazendo tão feliz, da extrema alegria estou por um tris. Que sigas melhor, não quero saber como estás. Nenhuma notícia vou receber, sei que vais saber o que fazer e eu vou continuar sem você. Eu que sempre fui tão solitária, me encontro agora mais sem amores do que nunca e isso não é ruim, depositarei essa amor em mim, pois mereço me amar um pouco mais. Estou animada, sigo de página virada, me parece tão belo o caminho a trilhar. Estrelas que brilham tão fortes, pessoas que me amam ao redor, sem sofreres vou por onde for. Rancores nunca levei, amores pra trás deixei, aprendo tanto apesar dos apesares. Carrego um sorriso que nunca abandonei, ele é a minha marca, não o largarei. Nossas fotos não revelei, pra ser honesta, as apaguei junto com as mensagens que de ti recebia. Te perder foi como um "balde d'água fria", me gelou por dentro, mas chega de lamentos, não preciso mais lembrar. 

                                   (Autoria: Noanne Campos)

Desapego


Cansada de mentiras e encantos, não vou mais enxugar teus prantos. Chorei diversas vezes calada pra ninguém escutar, preciso da liberdade de poder gritar. Chega de sonhos esmagados por promessas não concretas, deixei teu cheiro ir embora por aquela janela. A porta fechou e as lágrimas secaram, digamos que as lembranças no passado ficaram. Então esqueça que um dia estive aqui, quero na saudade pôr fim. Esqueci de regras que eu mesma criei, larguei tudo pra viver uma história com final que eu nem sei. No fundo isso torna tudo mais sofrido, mas um dia estará resolvido. É possível que os nossos caminhos não se cruzem mais, pode ser que o melhor seja sair sem dizer ''bye''. Isso é o reflexo das feridas que ganhei nesse labirinto, onde encontrar a saída se torna cada vez mais difícil, a chave é não se envolver, é evitar me perder em você. Momentos, lembranças, coisas deixadas pra trás, era um sonho que agora não existe mais. Vá agora, feche a porta, eu mesma farei essas lágrimas sairem do meu rosto. Sem resposta ficaram os que me perguntarem sobre você e os que tiverem o que contar, eu não vou escutar. Sejamos honestos, essas farças já nem enganam. Acabou a graça do jogo, é apenas o silêncio que invade a sala e torna as memórias um poço sem escada pra subir. Vá logo, preciso descançar, curar essas dores que ocuparam teu lugar. Estava só, mas em paz antes de você chegar. Por que veio? Vá, já está na hora disso finalizar. Vá e por favor, não volte!

                     (Autoria: Noanne Campos)

No fim da história

Nessa história, cada um conta o fim que lhe convém e segue o caminho que parece mais cabível. Me aparente ser uma espécie de competição para premiar o " forte ", mas na realidade todos saem perdendo e mostram que ainda não sabem amar, são fracos e imaturos. Mal se falam, raramente se olham, excluem um ao outro do " seu mundo ". Deixaram de viver um bom relacionamento pra viver nenhum. Ela era insensível, sem amores e preferia não ter um alguém para não sofrer pro ninguém. Temperamento forte e cheia de amigos, aquela garota que muitas pessoas conhecia, descobriu em alguém fora da sua memória algo novo em si. Ele era belo, carinhoso e engraçado. O jeito calmo deixava transparecer que tudo era formidável. Foram ótimos momentos, apesar dos conflitos. Eles tinham pensamentos e experiências diferentes. Rumos ligados que agora se desligam. Do que adiantava os outros dizerem que nada daria certo? O querer deles era maior que isso. A pergunta que fica é: "Será que hoje em dia ainda existe final feliz ?". Talvez, mas se torna cada vez mais dificíl, pelo menos para ela, acreditar nisso. Ao lado dele foi despertado nessa menina um bom sentimento, foi imenso o carinho sentido. Mas a calmaria teve fim, agora são só lembranças raramente vistas. Também houve bons frutos, os amigos compartilhados. Ele tem um novo alguém, ela segue sem ninguém, isso muito vai mudar. Vão crescer, amadurecer e outros amores viver. Nem cartomante prevê como esse futuro seguirá. 

                                 ( Autoria: Noanne Campos)

21 de out de 2010

Nando Reis

Nando Reis é cantor, violonista e compositor (brasileiro). Ex-baixista da banda de rock Titãs, emplacou vários sucessos e hoje segue em carreira solo, atualmente acompanhado pela banda Os Infernais. Ele saiu dos Titãs após a gravação do álbum A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana, e ficou conhecido como um dos maiores compositores da sua geração, compondo sucessos como "Diariamente" (com sua ex-namorada Marisa Monte), "All Star", "O Segundo Sol" e "Relicário", gravados por Cássia Eller; "Resposta" e "É Uma Partida de Futebol", gravados pelo grupo mineiro Skank; "Do Seu Lado", gravado pelo também mineiro Jota Quest e "Onde Você Mora?", gravado pelo grupo Cidade Negra. Isso sem falar na vasta coleção de hits compostos durante sua permanência nos Titãs, como "Igreja", "Os Cegos do Castelo" e "Jesus não tem dentes no país dos banguelas". Sua discografia contém: 12 de Janeiro (1995), Para Quando o Arco-íris Encontrar o Pote de Ouro (2000), Infernal (2001), A letra A (2003), MTV Ao Vivo - Nando Reis e Os Infernais (2004) - (disco de platina), Sim e Não - Nando Reis e Os Infernais (2006), Luau MTV - Nando Reis e Os Infernais (2007), Drês (2009) e MTV Apresenta - Bailão do Loirão com Nando Reis e Os Infernais (2010). O cara canta demais e suas musicas inspiram muita gente, como eu ! Recomendoo .

                            '' Estranho seria se eu não me apaixonasse por você ♪ ''

                           '' Por onde andei enquanto você me procurava ? E o que
                                     eu deixei foi muito pouco ou quase nada ♪ ''            

                                  '' O que está acontecendo ? Eu estava em paz 
                                                    quando você chegou ''

                        '' Será que eu falei o que ninguém ouvia ? Será que eu escutei
                                 o que ninguém me dizia, eu não vou me adaptar ♪ ''

                                     '' Porque está amanhecendo ? Peço o contrário, 
                                                            ver o Sol se pôr ♪ ''

                                   '' Mas que belê lê lê lê lê leza de mulher, que me
                                              apaixona só quando me quer ♪ ''

13 de out de 2010

Linda Morena


A ti dediquei minha positividade
busquei e lutei por tua amizade
o teu bem estar sempre desejei
estar contigo foi algo que sonhei

Vivi com você tantos momentos
e a ti contava os meus pensamentos
aprendemos conceitos lado a lado
não se importe se tenho faltado

Tu és tão bela e formosa
De um coração tão puro e frágil
guardo por te carinho inigualável

A cada dia fica mais charmosa
estás amadurecendo minha flor
serás sempre amada por onde for

                        (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Renata Monteiro)

8 de out de 2010

Dr. Partidão


Meu paciente mais belo
com seu olhar meigo e sincero
conquista qualquer coração
ele é um tremendo partidão

Como médico, de você vai cuidar
como romântico, te encantar
tenho certeza que vais amar

Ele é bonito e engraçado
sorte daquela que o tiver do lado
tem um sorriso encantador
só o perderá quem boba for

Vai te escutar e te entender
não perca tempo se o conhecer
ele é tudo que você pode querer

                          (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Ricardo Régis)

4 de out de 2010

Meu Livro : )


Com uma visão de conscientização ambiental, cuidado com o meio e preservação, foi lançado na noite literária realizada no dia 17 de setembro de 2010 no SENAC de Picos - PI,  o livro '' Noite Literária: Meio Ambiente em Foco '' pela preservação dos biomas brasileiros. Projeto do Colégio São Lucas que concorrerá ao prêmio Construindo a Nação do Instituto da Cidadania Brasil 2010, onde eu sou uma das autoras do livro, com o seguinte poema:
                                        A Terra do Mandacaru

        Numa terra onde a seca ataca
        e a vida parece um mundo sem cor
        eu vejo uma flor desabrochada
        eu admiro um belo sol se pôr

        Numa terra de mandacaru
        daquela toca vejo sair um tatu
        pra mostrar que aqui vida existe
        pra mostrar que nem tudo é triste


        E procuro entre as folhas secas
        o motivo de tanta alegria
        daquele pássaro que faz cantoria


        Percebo que é por estar ali
        onde mandacaru é nosso rei
        mas a liberdade é quem reina


                                                           ( Uhuul, eu tenho um livroo ! kkk )

Obs: O mais importante não é o fato de '' Ó, eu sou escritora '', mas o fato de estarmos tomando atitudes que ti levem a perceber como ser consciente é legal. Bora preservar galera, não custa nada e custa muito, vale a nossa sobrevivência, é só se monitorar um pouco, saber jogar o lixo no lugar correto (lixo) e tal, com o tempo você vai cuidar do que é nosso sem perceber. Bom futuro mais limpo pra você !

3 de out de 2010

É que as coisas mudam

 
 Não sei porque insisto em pensar em você, entendo isso ser uma saudade minha, tudo bem ! Mas eu não te amei, apenas encontrei em ti um carinho que desconhecia e hoje sinto falta de alguém que muito admirei. Depositei em você a esperança de uma nova chance, sempre soube que nada seria eterno, mas acabei me adaptando a tua boa companhia. Descobri que você não é perfeito, te via dessa forma por escolha própria. Conheci o gosto amargo da decepção, passando a te ver de um modo que nunca imaginei. Não te desejo mal, pelo contrário, desejo a tua felicidade e a possibilidade de compartilhar isso contigo, hoje numa forma diferente de companheirismo, talvez um dia sejamos amigos e poderei dizer que você teve um papel importante em minha vida apesar de fazer doer em mim, algumas vezes, uma angustia que preferi esquecer quando você foi embora. Hoje agradeço, sei que você me ajudou numa grande mudança, deixei pra trás as lembranças e sigo o caminho que escolhi, aquele que por mais solitário que pareça é o que me faz feliz.

                        (Autoria: Noanne Campos)

O trem da vida


Estou num trem que não aceita passagem de volta, um trem que vai, mas nunca retorna; sentada numa poltrona à beira da janela, observando atentamente o que passa por ela. Percebo que o tempo anda depressa e anoto cada detalhe em uma agenda ainda pouco escrita. No início das anotações os tombos que eu levava eram resolvidos com um carinho de mãe, com o tempo os mesmos ganhavam arranhões, mas me levantava bem rápido, pois tinha amigos ao meu lado; eles se agravaram enquanto eu crescia e feridas externas agora se desenvolviam dentro de mim, onde a solidão havia se tornado uma grande aliada. Continuei a escrever o que acontecia, a cada estação eu me redescobria, conhecia e criava uma nova imagem minha, cada vez mais forte ou talvez o contrário, mas sentia que ali um novo ser me tornaria, mudava de vagão em vagão conhecendo coisas que não sabia que existiam, sofrendo com quedas levadas com o balançar desse trem, onde quase sempre encontrei alguém pra me levantar e olhar nos meus olhos com um charme encantador, acompanhado de um sorriso que me tiraria qualquer dor, o problema era perceber que aquele alguém seria dono dos meus futuros sofreres, que muitas vezes passavam rapidamente, assim que eu fechava a porta e seguia em frente. E continuo nesse trem de ida sem volta, sem saber que trilhos e caminhos vou seguir, mas descobri que sou o maquinista que comanda essa viagem vivida, então decidi ir sem preocupação, dei alívio ao meu coração e algum dia quem sabe irei mostrar as anotações que faço a vagar, pra no futuro ser bem mais feliz.

                                (Autoria: Noanne Campos)

Minha Pequena



Descobri quando menos esperei
em você um alguém que nunca pensei
pessoa tão linda, tão frágil
tenho por te admiração inigualável

Tu és minha pequena poeta
te escrevo '' anotações perdidas '' e certas
na certeza de que amizade é um dom
e que a tua inspira meu lado bom

Quero ao seu lado sempre estar
e a cada momento contigo contar
desvendando o que a amizade possa mostrar

Nunca percas teu meigo sorriso
nesse caminho que parece infinito
saibas que estarei sempre contigo

                            (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Aline Oliveira)

18 de set de 2010

Minha Grande Poeta


Conheci uma pessoa
com a qual me surpreendi
ela é muito mais do que eu esperava
e com ela muito aprendi

Aprendi que o que não vale a pena é passageiro
e só fica na nossa vida o que importa
e só importa o sentimento verdadeiro

Tudo na vida pode passar
as pessoas e o mundo podem até mudar
mas a amizade é algo que chega pra ficar

Essa pessoa é diferente,
o tempo todo ela é contente
com seu sorriso permanente

Todo mundo conhece suas expressões
'' tá rolando um sentimento '' mostra suas emoções
'' guento não '' é pra determinado momento
 tendo cada expressão sentimento

Carinhosamente de pequena poeta ela me chama
mas não posso dizer o mesmo como retribuição
porque ela é uma GRANDE poeta que ama
escrevendo com toda emoção
 
Estarei sempre aqui para o que der e vier
e não importa onde estiver
porque por ti tenho muita admiração
e te levarei sempre no coração 
                              (Autoria: Aline Oliveira / Dedicado a Noanne Campos)

12 de set de 2010

Los Hermanos

Essa é uma banda brasileira de rock alternativo formada no Rio de Janeiro em 1997. Tendo como integrantes Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Rodrigo Barba, Bruno Medina e Patrick Laplan (ficou até 2001), a banda aborda com extrema leveza o tema amor.Gravaram em 1997 seus primeiros materiais: as demos '' Chora '' e " Amor e Folia ". As demos repercutiram na cena underground do Rio de Janeiro e, posteriormente, os Los Hermanos foram chamados para tocar no "Superdemos", grande festival de música independente carioca e no festival Abril Pro Rock, de Recife, considerado um dos festivais que mais revelam artistas nacionais. Gravaram Los Hermanos (1999), Bloco do Eu Sozinho (2001), Ventura (2003) e 4 (2005) em estúdio; Ao Vivo no Cine Íris (2005) e Los Hermanos na Fundição Progresso (2008) ao vivo; Bloco do Eu Sozinho, Ensaios - Pré-produção do CD homônimo (2001) e Bonança - Pré-produção do disco Ventura (2003) foram gravações não-oficiais; e Perfil (2006) foi sua coletânea . Seus Singles foram : Aline, Primavera, Anna Julia, Todo carnaval tem seu fim, Sentimental, Condicional, Cara estranho, O vencedor, O vento, Morena e a minha predileta, Último Romance . 
Los hermanos pra mim é paz, sentimento, calmaria e tormento. Inspira amores, renova as dores, cura as feridas e as abre também. Consola, Enlouquece, Alegra. É música pra todo momento com as melhores histórias contadas em suas letras, versos que dizem o que guardo em mim, por não poder ou querer dizer. É mais que uma banda, é uma abrigo, uma companhia, é tudo que se pode querer quando se quer algo superior ao magnífico. Isso é apenas um pouquinho da história da minha banda favorita, Los Hermanos. Eu recomendo !

                               '' De onde vem o jeito tão sem defeito que esse 
                                                rapaz consegue fingir ? ''

                                   '' Eu não vou mudar não, eu vou ficar são,
                                        mesmo se for só, não vou ceder ♪ '' 

                                   ''  Tire esse azedume do meu peito e com
                                              respeito trate minha dor ''

                                    '' Primavera se foi e com ela meu amor ''

                              '' e a colombina só quer um amor que não encontra
                                    num braço qualquer, essa menina não quer 
                                              mais saber de mal-me-quer ''

                                     '' Quem é mais sentimental que eu ? ''

                                '' Não tem mistério não, é só teu coração que
                                    não te deixa amar, você precisa reagir '' 

                              '' A solidão deixa o coração nesse leva-e-traz ''

                                   '' Veja bem, meu bem, encontrei alguém 
                                                    chamado saudade ''

                         '' Sereno é quem tem a paz de estar em par com Deus ''
  
                              '' Adeus você, que eu hoje vou pro lado de lá '' 

                         '' E só de te ver, eu penso em trocar a minha tv num jeito
                              de te levar a qualquer lugar que você queira '' 
             
                            '' Que pra nós dois sair de casa já é se aventurar ''

                               '' Até quem me vê lendo jornal na fila do pão
                                            sabe que eu te encontrei '' 

                         '' Eu que já não quero mais ser um vencedor levo a vida
                               devagar pra não faltar amor, olha você e diz que
                                       não vive a esconder um coração ''

                                  '' Paz, eu quero paz, quero dançar com 
                                           outro par pra variar amor ''

Uma vontade minha


 E a vontade de que morras cresce a cada dia
espero que sofras e passe por essa agonia
pra que aprendas a não ser tão imbecil
pra que saibas como o mundo é hostil

Que a amargura te assombre a cada segundo
e que você se sinta ainda mais perdido no mundo
buscando o que nunca vai encontrar
Pra você, amor e carinho vão acabar

E mesmo que assim eu sofra
que um dia eu chore ou fique louca
quero que passes pelo que passei
até sangrar onde eu sangrei

E enfim vou tirar você de mim
conseguindo nesse mal pôr um fim
sabendo que um dia tanto te quis
que a ti " ainda " mal não fiz

Mas não penses que sou cruel
não estarei te julgando como um réu
só vou te tirar da minha vida
sem ter ver nesse estrada de ida e vinda

                                            (Autoria: Noanne Campos)