20 de dez de 2012

Já não te sinto.







O telefone não toca, a música não faz sentido, o cheiro já se foi, as lembranças ficaram tolas e o assunto acabou. Deixei de sentir, de te sentir. (Noanne Campos)



Perco o sono. Perco-me em ti.