24 de ago de 2012

Uma canção por acaso na rede social

O que foi feito de meu bem?
será que ela foi pra outro lugar
quem souber mande uma notícia
acho que hoje ela não quer falar
fica muda no outro lado do telefone
nem lembro mais de sua doce voz
seu corpo responde sim e não
como um robô e todos seus circuitos
na foto não dá nenhum sorriso
será que fui eu que a fiz assim?
vou cantar uma música pra ela
pode ser que sua ausência chegue ao fim

Pego o violão velho de nylon
mil novecentos e sessenta e três
dedilhando aos poucos peço um abraço
como num velho jogo de passos
que se assemelha muito ao xadrez
mas dessa vez já não há peões
ou bispos, ou torres, ou reis
só quero que ela acabe logo com esse vácuo
e volte a ser a menina que feliz me fez.

   Gnt, essa é mais uma das maravilhosas letras do Antônio Augusto, meu amigo querido. Estou mt honrada em postar ela aqui no blog. Adoro as letras dele! Arrasa, né? Valeu, AA. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário