10 de jan de 2011

Prima, a tal irmã

Nessa vida, tive o enorme prazer
De um maravilhoso presente receber
A amizade e companhia de um grande ser
Alguém que ao meu lado sempre quero ter

Prima, o apogeu do meu estar bem
Com alegria e novidades sempre vem
Presentando-me com o mais meigo abraço
Os melhores que na vida tenho dado

São raros os casos parecidos com o nosso
Não há outros que chegaram nem próximo
Afinal, somos irmãs lado a lado

É o chamado amor que nunca morre
O nosso a gente apenas redescobre
Porque amor real nunca se escolhe

            (Autoria: Noanne Campos / Dedicado a Caroline Gomes)

2 comentários: